SALONSALONS ★ CEBIT '89 ★

CeBIT 89 -Streß und Staunen|CPC Amstrad International)CEBIT/89 - A maior feira europeia|Amstrad Magazine)
★ Ce texte vous est présenté dans sa version originale ★ 
 ★ This text is presented to you in its original version ★ 
 ★ Este texto se presenta en su versión original ★ 
 ★ Dieser Text wird in seiner Originalfassung präsentiert ★ 

De 8 a 15 de Março ocorreu em Hannover mais uma edição daquela que podemos considerar indubitavelmente a maior feira europeia de equipamentos de escritório, informação e telecomunicações —a CEBIT. Nos 14 pavilhões alocados ao certame, podiam-se encontrar 3.125 expositores dos mais variados países (37 no total), desde a Austrália à Finlândia, desde o Canadá à Singapura.

A tão grande deversificação de expositores correspondeu um público interessado, estimando-se que o número de visitantes tenha sido superior a 500.000.

AS NOVIDADES

Se, correndo o mundo que foi a CEBIT'89, perguntássemos em cada stand se tinham ''novidades'' em exposição, é óbvio que a resposta seria, quase sempre, "pois claro, ''blá, blá, blá, ...blá, blá, blá... Então, se transcrevêssemos tudo o que nos seria dito, não chegaria uma dezena de edições da AM para suportar tanta "informação".

No entanto, na opinião da AM, não se pode caracterizar este certame pelo aparecimento de novidades propriamente ditas. Já vai o tempo em que os fabricantes escolhiam as feiras para lançamento dos seus produtos. O ritmo da evolução da Informática nos nossos dias já não permite veleidades deste tipo.

Assim, não vamos aqui listar os produtos considerados como "novos" na CEBIT, vamo-nos referir somente aquilo que poderíamos chamar "algumas curiosidades”

AKKOR-O PRIMEIRO "CLONE" MACINTOSH

Não era a dimensão do stand nem, tão pouco, a sua pompa. De qualquer forma, o pequeno stand da J0NATHAN tornou-se ponto obrigatório de passagem para todos os visitantes da CEBIT.

E o que é que lá acontecia? Nada mais nada menos do que a primeira apresentação do primeiro clone do Macintosh. O equipamento, fabricado em TAIWAN pela empresa AKKORD, apresentava-se com um aspecto externo que nada o distinguia de um vulgar PC. No entanto, após uma observação mais atenta, poder-se-ía constatar que o equipamento em presença era totalmente compatível com os Macs e a AM não foi estranha a todo um conjunto de ensaios efectuados com software especialmente desenvolvido para os Macintosh. E que, efectivamente, corria...

Indiagados os promotores do equipamento sobre os aspectos legais relativos à sua concepção e desenvolvimento, foi-nos dito que o modelo em demonstração tinha instaladas ROMS do Macintosh para salvaguarda de qualquer Copyright, embora todos os periféricos e cartas tivessem sido

especialmente concebidos para o referido compatível. Quanto à data da sua comercialização, a AM pouco conseguiu saber, a não ser o facto de tudo estar dependente de acordos que a AKKORD pretendia negociar com a APPLE para que o produto fosse lançado no mercado de forma a não criar dúvidas em relação à legalidade da sua concepção.

ALCATEL—SISTEMA DE IMPRESSÃO DIGITAL

Este fabricante apresentava um recém-criado sistema de impressão conectável a PC compatíveis e destinado a apoiar aplicações DTP (desk-top publishing) com capacidade de impressão até 150 cópias por minuto.

O sistema de impressão digital SP-9000 usa uma tecnologia tipo fax para obtenção do master que a seguir é usado para a tiragem de cópias para papel, de formato até A3, com uma resolução de 400 dpi. A impressora SP-9000 é conectada ao PC através da interface SP-9000 DTP link que lhe permite a edição dos documentos produzidos no PC. A ALCATEL diz que o sistema permite combinar a economia de uma impressora com as características de uma foto-copiadora, o que permite ao utilizador obter cópias de qualidade em papel comum a uma velocidade muito superior à de uma laser e com um custo inferior.

STORAGE DIMENSIONS -DISCO DE 651 MB P/O SEU PC

Nos tempos em que o desktop pu-blishing ganha cada vez mais terreno no mercado da Informática, a referência à unidade de memória de massa de grande capacidade tem cada vez mais interesse.

Numa unidade simples a STORAGE DIMENSIONS apresentava um disco com capacidade de 651 MB, mais ou menos o dobro daquilo que era tido como possível para discos de 5” 1/4.

Este sistema de armazenamento era apresentado em duas versões: uma interna e outra externa com um drive capaz de assegurar uma velocidade de transferência de 15 Megabits, cerca de três vezes superior à dos drive AT.

TEX PERT-DO JORNAL P/ UM FICHEIRO TIPO MS WORD

A CTA de Barcelona apresentava um software que representa mais um passo na introdução da Informática nas artes gráficas.

O TEX PERT é uma aplicação que permite a transformação de qualquer texto, lido por um scanner, no formato Mac Write ou MS Word, independentemente das fontes em que esteja apresentado e da disposição que utilize (texto corrido, colunas múltiplas, etc).

Para já, o programa só trabalha em ambiente Macintosh, mas foi-nos informado que ainda no corrente ano sairia uma nova versão para IBM compatíveis.

A AMSTRAD NA CEBIT

Tal como os outros fabricantes, também a AMSTRAD não apresentou grandes novidades na CEBIT. Praticamente toda a gama estava exposta e obviamente, o maior destaque ia para os PC da série 2000.

Para além de vários sistemas em MS-DOS, apareciam também soluções instaladas sob UNIX e sob ÒS/2, mais para mostrar que estes sistemas operativos também correm na nova série 2000 do que pelo seu próprio interesse.

Oúnico produto que apareceu como novidade para AM foi um PPC 512 — 20 HD, dado conhecermos este modelo com um ou dois drives de diskettes.

Foi-nos explicado que se tratava de um modelo desenvolvido exclusivamente para o mercado alemão pela filial da AMSTRAD neste país.

Em termos de aparência e dimensão do stand, limitamo-nos a dizer que era digno para a marca, muito no estilo do que já havíamos visto no PCW show em Londres.

FINALMENTE...

Não temos qualquer dúvida em afirmar que a CEBIT 89 foi uma grande feira e que teve uma afluência como nunca tínhamos visto em qualquer certame do mesmo tipo.

No entanto, regressamos com um certo sentimento de frustação. Poucas coisas novas existiam realmente, o que demonstra que os expositores:

— Cada vez menos se interessam em fazer o lançamento dos seus produtos em feiras;
— Cada vez mais aparecem com os produtos «corriqueiros», alguns deles mesmo em fim de carreira, o que indicaria uma vontade de fazer sair stocks em detrimento da promoção de novidades.

Daqui se conclui que as feiras se estão a virar mais para o grande público — os consumidores finais — em prejuízo dos profissionais.

Amstrad Magazine

★ PAYS:
★ ANNÉE: 1989

★ AMSTRAD CPC ★ DOWNLOAD ★

Advert/Publicité:
» CeBIT  89    ADVERT    GERMANDATE: 2012-12-26
DL: 112 fois
TYPE: image
SIZE: 68Ko

Je participe au site:
» Newfile(s) upload/Envoye de fichier(s)
★ AMSTRAD CPC ★ A voir aussi sur CPCrulez , les sujets suivants pourront vous intéresser...

Lien(s):
» Salon » Cebit '89
» Salon » Amstrad Northern - 1988
» Games » Salons professionel
» Salon » Simo 86
» Salon » C.E.S 85 - Amstrad In Den Usa Vorgestellt (CPC Amstrad International)
» Salon » Cebit '87

QUE DIT LA LOI FRANÇAISE:

L'alinéa 8 de l'article L122-5 du Code de la propriété intellectuelle explique que « Lorsque l'œuvre a été divulguée, l'auteur ne peut interdire la reproduction d'une œuvre et sa représentation effectuées à des fins de conservation ou destinées à préserver les conditions de sa consultation à des fins de recherche ou détudes privées par des particuliers, dans les locaux de l'établissement et sur des terminaux dédiés par des bibliothèques accessibles au public, par des musées ou par des services d'archives, sous réserve que ceux-ci ne recherchent aucun avantage économique ou commercial ». Pas de problème donc pour nous!

CPCrulez[Content Management System] v8.7-desktop/cache
Page créée en 103 millisecondes et consultée 1208 fois

L'Amstrad CPC est une machine 8 bits à base d'un Z80 à 4MHz. Le premier de la gamme fut le CPC 464 en 1984, équipé d'un lecteur de cassettes intégré il se plaçait en concurrent  du Commodore C64 beaucoup plus compliqué à utiliser et plus cher. Ce fut un réel succès et sorti cette même années le CPC 664 équipé d'un lecteur de disquettes trois pouces intégré. Sa vie fut de courte durée puisqu'en 1985 il fut remplacé par le CPC 6128 qui était plus compact, plus soigné et surtout qui avait 128Ko de RAM au lieu de 64Ko.